Otoplastia - Cirurgia Plástica nas Orelhas

Otoplastia - Cirurgia Plástica nas Orelhas

Caso queria esclarecer mais alguma dúvida utilize esse contato de WhatsApp: 16 99605-4085

Cirurgia Plástica nas Orelhas

A orelha é uma das partes do corpo humano que poderá trazer o estigma familiar: “O filho tem a orelha do pai”!

Muitas vezes a orelha em abano, defeito estético mais comum, é encontrada em vários membros da família e constitui uma identificação negativa, principalmente pelo fato de gerar caçoadas na infância, trazendo como conseqüência marcas profundas no comportamento da criança. Assim é que existe uma idade ideal para se fazer a cirurgia de correção do abano: 5 a 7 anos (denominada idade pré-escolar ), período em que a orelha já está totalmente formada e quase igual ao tamanho daquela do adulto. Além do mais, por se tratar de um período pré-escolar, nessa fase começam os problemas de ordem psicológica.

OTOPLASTIA - ORIENTAÇÕES ANTES E DEPOIS

Dias antes da cirurgia

Nos 3 dias que antecedem a cirurgia procure ter uma alimentação saudável, evite participar de festas agitadas, durma cedo e tome bastante líquido (prefira água). Se apresentar algum sintoma tipo febre, dor de garganta, tosse,... avise seu médico imediatamente. Caso tenha alguma dúvida procure solucioná-la com seu cirurgião o mais cedo possível.

No dia da cirurgia

No dia da cirurgia programe-se para não atrasar no horário de internação, esteja no hospital ou na clínica 1 hora antes do horário marcado para cirurgia. Não se esqueça do período de jejum de 8h antes da cirurgia. Não tome ou coma nada sem o consentimento do cirurgião ou do anestesista neste período.

Caso faça uso de medicamentos tome-os na noite anterior e/ou traga-os com você na internação.

Não passar cremes no corpo, não usar esmalte ou base nas unhas de mãos e pés. Não trazer jóias. Não se esqueça de levar roupas largas com abertura na frente.

Pós-operatório imediato

Você permanecerá na sala de recuperação por algumas horas antes de receber alta. Neste período é importante o acompanhante estar ciente que você ainda pode apresentar os efeitos dos sedativos e anestésicos aplicados durante a cirurgia. Você terá intervalos de sonolência, sentirá mais frio que o acompanhante, ás vezes tremores, conversa e pergunta sobre o mesmo assunto várias vezes, pode apresentar enjôo ou vômitos (raramente).

É importante que o acompanhante não tome atitudes precipitadas, sempre chame a enfermeira caso tenha alguma dúvida ou caso a paciente apresente algum sintoma que queira relatar. Não altere a posição da cama sem autorização.

Levantando da cama

Geralmente você permanecerá na cama algumas horas até o momento de se levantar que será autorizado pelo cirurgião através das enfermeiras.

Quando for se levantar pela primeira vez após a cirurgia poderá sentir tonturas, deite imediatamente se for de forte intensidade. Estando em pé e sem tontura você deve caminhar alguns metros pelo quarto ou corredor. O cirurgião ou a enfermeira lhe entregará a receita e fará outras recomendações se forem necessárias.

Retorno para casa

O acompanhante deve estar sempre ao lado da paciente, se em algum momento sentir tontura ou sensação de desmaio o acompanhante teve sentar ou deitar a paciente onde ela estiver, nunca segure a paciente em pé.

Sempre que precisar falar com o cirurgião no período recente da cirurgia, ligue para cel: 88254001 ou para clínica (16) 3632-55-34. Tomar a medicação prescrita pelo cirurgião. Alimente-se de forma fracionada (pequenas porções e mais vezes), alimentos de mastigação fácil e frios nos primeiros 3 dias, evitando bebidas alcoólicas.

Não abaixar a cabeça, pegar objetos no chão ou esforços semelhantes.

Dormir de barriga para cima com as costas e cabeça elevadas fazendo uma rampa na cama com travesseiros ou cobertores. Procure calçar com toalhas de rosto enroladas as laterais da cabeça, para que não se deite de lado enquanto dorme nos primeiros dias.

Geralmente você precisará retornar 1 ou 2 dias depois da cirurgia para retirar o curativo e próximo de 10 dias para retirar pontos.

Não mexer de forma alguma no curativo, nem tentar deslocá-lo sem autorização médica.

Os banhos podem após a retirada do curativo no segundo ou terceiro dia, desde que não se prolonguem por muito tempo, não use água muito quente.

No pós-operatório imediato haverá inchaço. Sua regressão se iniciará lentamente após 4 dias, obtendo um resultado pleno no período de 6 a 8 meses.

As manchas roxas podem eventualmente aparecer, tendendo a desaparecer lentamente após um período de 1 a 2 semanas.

No pós-operatório evite esforços físicos, pois serão sentidos posteriormente à noite como dores e inchaços. Portanto, é importante não fazê-los.

TIRE SUAS DÚVIDAS

Fone: 16 3632-5534

Whatsapp: 16 9 9797-4006 - para agendar consulta

WhatsApp: 16 9 9605-4085 - para tirar dúvidas