A cirurgia plástica pode ser aliada dos exercícios físicos?

Imagem retirada de https://revistaquem.globo.com/QUEM-Saude/noticia/2018/09/cirurgia-plastica-pode-ser-aliada-dos-exercicios-fisicos-profissional-explica.html
Imagem retirada de https://revistaquem.globo.com/QUEM-Saude/noticia/2018/09/cirurgia-plastica-pode-ser-aliada-dos-exercicios-fisicos-profissional-explica.html

Se você quer ter um corpo bacana, capaz de fazer com que se sinta confortável na própria pele, para enfrentar o verão, que daqui a pouco bate à sua porta, aposte na dobradinha atividade física e dieta. Mas será que isso é suficiente?

Obviamente, você não vai moldar o nariz ou as orelhas que o incomodam em uma academia. Nem retirar o residual de pele decorrente de uma grande perda de peso. O.K., quando esse excesso de pele é pequeno, ganhar tônus muscular ajuda a melhorar a aparência. Agora, se a flacidez for grande, como é comum em pessoas que passam por uma bariátrica (redução de estômago), a cirurgia plástica faz melhor o trabalho, ainda que o exercício físico seja fundamental no processo de regeneração do corpo.

De uma maneira geral, atividade física, dieta e alguns reparos estéticos, que passam pelas mãos de um profissional médico competente, podem muito bem formar um belo time de aliados à serviço de sua saúde e vaidade. A mesma opinião tem David Di Sessa, cirurgião plástico de São Paulo, com quem conversei para aprofundar essa discussão. E ele tem uma opinião que joga fermento no bolo que preparo diariamente. Antigamente, as pessoas achavam que cirurgia plástica era um procedimento que resolvia todos os problemas daqueles que estavam insatisfeitos com o corpo. Hoje, no entanto, já se percebe que esse procedimento e hábitos saudáveis, como dieta e atividade física, podem trabalhar juntos, pois se complementam.

Em outras palavras, não é o caso de viver na mesa de cirurgia, mas de recorrer a essa quando não der para ultrapassar a barreira do que é possível conquistar com malhação e alimentação regrada.

Nesses caso, não vejo problema em recorrer a uma lipoaspiração, desde que sejam respeitadas todas as regras de segurança para tal. Mas de nada adianta você mandar sugar a gordura teimosa se não está a fim de fazer o básico trivial: malhar e ter uma alimentação regrada. Ou você acha que gordura some e não aparece nunca mais? Outro caso importante em que um bom cirurgião plástico pode entrar em ação: quando é necessário tirar o acúmulo de gordura dos seios e dar uma levantadinha nos mesmos. Exercícios para o peitoral até contribuem para a sustentação dos seios ao desenvolverem a musculatura que dá suporte a eles, mas nada podem fazer para modificar o formato deles.

É bom, ainda, ressaltar que o hábito de fazer exercícios físicos diariamente é importante até para quem quer fazer cirurgia plástica. Quem faz exercícios frequentemente tem imunidade reforçada, e portanto, o organismo responde melhor à uma cirurgia. Ou seja, pessoas saudáveis aguentam melhor o estresse de uma procedimento cirúrgico. Qualquer que seja ele. Resumindo, aposte sempre na atividade física para adquirir um corpo harmonicamente mais bonito e saudável. E, quando necessário, recorra à cirurgia para consertar o que você não conseguiu na academia. Qual o problema?

fonte: Revista Quem

TIRE SUAS DÚVIDAS

Fone: 16 3632-5534

Whatsapp: 16 9 9797-4006 - para agendar consulta

WhatsApp: 16 9 9605-4085 - para tirar dúvidas

Whatsapp