A popularidade das cirurgias plásticas no Brasil

Imagem retirada de https://www.barbacenamais.com.br/magazine-mais/60-saude/13313-a-popularidade-das-cirurgias-plasticas-no-brasil
Imagem retirada de https://www.barbacenamais.com.br/magazine-mais/60-saude/13313-a-popularidade-das-cirurgias-plasticas-no-brasil

A popularidade das cirurgias plásticas no brasil encontra-se em franca expansão. Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, desde 2009 até 2016, houve um aumento significativo de procedimentos realizados no Brasil. Em 2009, haviam sido realizadas cerca de 460 mil cirurgias plásticas no Brasil, enquanto que em 2016 esse número subiu para 840 mil. Ou seja, o número quase que duplicou em sete anos.

Entre as principais razões para este aumento, temos um aumento da acessibilidade conjunto com um aumento da insatisfação das pessoas com o seu próprio corpo. Muitas destas pessoas vêm o seu casamento, ou outros relacionamentos, ou mesmo a sua auto-estima em risco, por causa da maneira como são. A solução muitas vezes passa pela cirurgia plástica para resolver aqueles pontos menos favoráveis.

Segundo os dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, em 2016 foram realizados cerca de 290 mil implantes mamários. As outras cirurgias populares foram as lipoaspirações, com cerca de 230 mil, dermolipectomia abdominal, que também é conhecida como abdominoplastia, com também cerca de 230 mil cirurgias realizadas, 145 mil mastopexias (procedimento para levantamento dos peitos descaídos) e em quinto, as cirurgias para redução mamária, com cerca de 140 mil procedimentos realizados em todo o país. A maioria dos pacientes dos procedimentos cirúrgicos de âmbito estético são do sexo feminino.

Segundo a opinião de alguns especialistas, a altura do ano mais procurada pelos brasileiros para a realização das cirurgias plásticas é o outono e o inverno. Fazem no não só para se preparar para quando chegar o verão, mas também porque é mais fácil tirar um tempo nesta altura para se poderem cuidar, antes e depois da cirurgia.

Como referido, em sete anos houve um aumento de 380 mil cirurgias plásticas no brasil. A nível da distribuição etária dos participantes, o grupo mais comum é o grupo entre 19 a 35 anos. Em seguida, se apresenta o grupo entre os 36 a 50 anos, e finalmente o grupo de 50 a 64. De notar que este último grupo deverá ter cuidados redobrados no que diz respeito aos procedimentos pré e pós cirurgia. Há também um aumento alarmante de cirurgias plásticas em jovens adolescentes, que levantam alguma discussão ética entre os especialistas.

Existe também um grande interesse no Brasil por cirurgias reconstrutivas, que se reflete no aumento ao longo do tempo. Desde 2014 ate 2016, esse aumento foi de 20%.

A nível das cirurgias reconstrutivas, ou reconstrutoras, estas são procuradas sobretudo por pessoas que necessitam de melhorar a sua imagem em resultado de alguma doença ou mudança drástica no seu corpo. No ranking das cirurgias reconstrutoras temos como as três mais procuradas, a cirurgias para corrigir cicatrizes do câncer de pele, a pós-bariátrica, ou seja, para remover o excesso de pele depois de uma perda de peso repentina, por exemplo, e a reconstrução mamária em consequência de câncer de mama.

Um alerta final, se estiver a ponderar fazer uma cirurgia destas. Deverá procurar um profissional qualificado e adequado. Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica existem cerca de 14 mil pessoas que não são profissionais reconhecidos a realizar procedimentos. Estas pessoas representam um possível risco a nível da segurança e qualidade dos procedimentos realizados, podendo terminar em problemas pós cirurgias e mesmo em morte.

fonte: Barbacena Mais

TIRE SUAS DÚVIDAS

Whatsapp: (16) 9 9797-4006 - para agendar consulta

(16) 9 9369-4995 - para tirar dúvidas

Whatsapp