Cirurgia plástica como alternativa para melhorar a autoestima e o bem-estar

Imagem retirada de http://jornalperiscopio.com.br/site/cirurgia-plastica-como-alternativa-para-melhorar-autoestima-e-o-bem-estar/
Imagem retirada de http://jornalperiscopio.com.br/site/cirurgia-plastica-como-alternativa-para-melhorar-autoestima-e-o-bem-estar/

Fazer uma cirurgia plástica para corrigir alguma imperfeição que está “tirando o sono” é o sonho de todos – ou de quase todos. Mas você sabe o que fazer e o que dizer em uma primeira consulta com cirurgião plástico? Será que dá para deixar todas as decisões a cargo do profissional? Será que uma intervenção estética será capaz de acabar com todos os seus problemas de autoestima? Quais são os riscos de uma cirurgia plástica? Como será o pós-operatório? Essas e muitas outras dúvidas surgem quando alguém pensa em cirurgia plástica.

O primeiro passo para quem busca o procedimento é escolher um profissional qualificado que deverá fazer parte da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e terá a incumbência de responder dúvidas em linguagem que o paciente entenda. Por isso, o mesmo tem que ser muito sincero quanto às suas expectativas e dúvidas.

As respostas mais desejadas, normalmente, são sobre as possibilidades de resultados, os riscos existentes e quais são os exames pré-operatórios. Especialistas explicam que em qualquer tipo de intervenção cirúrgica pode haver algum tipo de intercorrência. Contudo, a avaliação pré-operatória detalhada com exames laboratoriais e cardiológicos em ordem é imprescindível.

O local no qual será realizado o procedimento também é um ponto questionado. Muitos pacientes acreditam que o procedimento é feito na clínica do médico, contudo, por lei, existem algumas orientações quanto ao lugar ideal para a intervenção cirúrgica, que pode ser realizada em clínicas com infraestrutura adequada ou em hospitais bem estruturados.

A cirurgia plástica não tem o poder de transformar as pessoas, mas sim de melhorar a autoestima e o bem-estar dos pacientes. É importante também que o paciente informe ao cirurgião sobre todos e quaisquer medicamentos que esteja tomando regularmente, mesmo sendo vitaminas, produtos naturais, suplementos alimentares ou anticoncepcionais, porque estes podem interferir no sangramento.

Quanto ao pós-operatório, o recomendado e correto é seguir as orientações do médico. Cada situação exigirá recomendações diferentes e é importante observá-las para não ocorrer nada indesejado no resultado final da intervenção. Também é imprescindível que o paciente confie plenamente na atuação do cirurgião e tenha liberdade de conversar abertamente sobre os seus anseios e suas dúvidas.

Cirurgia plástica de reconstrução mamária
A Campanha Outubro Rosa visa conscientizar e alertar a população sobre o câncer de mama, visando sua prevenção através de exames periódicos e autoexame. E para as mulheres que têm ou já tiveram câncer  de mama, há a cirurgia plástica de reconstrução mamária, que geralmente é feita depois da mastectomia – procedimento cirúrgico, realizado em mulheres diagnosticadas com câncer de mama, que visa a remoção de uma ou de ambas as mamas e que pode ser realizado de maneira parcial, quando é retirado apenas parte tecido, ou total, quando é retirado todo o tecido e músculo próximos do tumor que estão comprometidos.

A cirurgia para reconstrução da mama é realizada para alterar completamente a forma, o tamanho e a aparência da mama. Também pode ser feita apenas reconstrução do mamilo ou da aréola, quando esta é grande ou assimétrica, e é comum também ser feita mamoplastia para tornar a mama mais bonita e natural.

O procedimento é realizado com diferentes técnicas. Quando há preservação de gordura e pele, é possível apenas inserir a prótese de silicone, por exemplo, mas quando boa parte foi comprometida, é necessário realizar a técnica Transverse Rectus Abdominus Myocutaneous (TRAM), que retira parte do tecido excedente abaixo do umbigo, transfere para a mama e cria um “novo seio”.

As 9 cirurgias mais realizadas no Brasil
1- Rinoplastia (remodelagem nasal);
2- Otoplastia (orelha de abano);
3- Ninfoplastia (cirurgia íntima);
4- Mamoplastia de aumento (prótese de silicone);
5- Mastopexia com prótese (levantamento das mamas);
6- Mamoplastia redutora (redução das mamas);
7- Abdominoplastia (remodelagem e retirada de excesso de gordura abdominal);
8- Miniabdominoplastia (eliminação de excesso de pele abdominal);
9- Lipoaspiração.

fonte: Jornal Periscópio

TIRE SUAS DÚVIDAS

Fone: 16 3632-5534

Whatsapp: 16 9 9797-4006 - para agendar consulta

WhatsApp: 16 9 9605-4085 - para tirar dúvidas

Whatsapp