Cirurgia plástica: conheça os cuidados pós-operatórios

Imagem retirada de https://www.folhavitoria.com.br/saude/noticia/09/2019/cirurgia-plastica-conheca-os-cuidados-pos-operatorios
Imagem retirada de https://www.folhavitoria.com.br/saude/noticia/09/2019/cirurgia-plastica-conheca-os-cuidados-pos-operatorios

Para que o pós-operatório seja um sucesso é fundamental que a paciente tenha paciência. Cada etapa do processo é importante e contribui para uma recuperação mais tranquila com os melhores resultados. “O retorno às atividades do cotidiano deve ser gradativo, geralmente ocorre após três semanas, vai depender do organismo de cada pessoa. Sempre perguntam quando podem voltar a dirigir, se tudo correr bem costumo liberar após a quarta semana”, disse o cirurgião plástico, Adriano Batistuta.

Adriano ainda falou sobre o cuidado que o paciente deve ter com os pontos. “O tronco não deve ser esticado para evitar a abertura dos pontos. Por este motivo deve andar de forma curvada. Ao longo dessa terceira semana, tão crucial para garantir os bons resultados, a pele se acomoda naturalmente e a curvatura será menor”, disse.

Para dormir, a posição indicada é de barriga para cima e com a cabeça mais alta e as pernas dobradas, apoiadas em travesseiros. Esse cuidado evita esforço na região abdominal, prevenindo a abertura dos pontos e também previne a trombose.

“É importante dizer que evitar esforço físico não significa que você deve ficar imóvel, deitada. Pelo contrário, é recomendado que sejam feitas pequenas caminhadas, devagar e respeitando as limitações do corpo”, alertou.

Desinchar
Uma indicação para acelerar os resultados e desinchar o corpo, já que essa é uma característica pós cirúrgica é que sejam feitas, de maneira regrada, as sessões de drenagem linfática. O médico comenta  que a massagem ajuda a eliminar o excesso de líquidos e toxinas do organismo por meio do sistema linfático. Na drenagem, após abdominoplastia, ela pode ajudar tanto na recuperação, quanto no resultado.

“Lesões do ato cirúrgico causam hematomas, edemas, dor e até redução da sensibilidade da pele. Para resolver isso a drenagem linfática em abdominoplastia tem um papel fundamental”, pontuou.

É importante também que o paciente não tome sol na cicatriz em hipótese nenhuma nos primeiros meses. Espere até a cirurgia desinchar. “O resultado começa a ficar fidedigno após 6 meses, mas, só após um ano que ele aparece totalmente”, observou.

fonte: Folha Vitória

TIRE SUAS DÚVIDAS

Fone: 16 3632-5534

Whatsapp: 16 9 9797-4006 - para agendar consulta

WhatsApp: 16 9 9605-4085 - para tirar dúvidas

Whatsapp