Cresce a procura por cirurgia plástica reparadora

Imagem retirada de http://www.acritica.net/editorias/saude/cresce-a-procura-por-cirurgia-plastica-reparadora/319582/
Imagem retirada de http://www.acritica.net/editorias/saude/cresce-a-procura-por-cirurgia-plastica-reparadora/319582/

O Brasil é o segundo país onde mais se realizam cirurgias plásticas no mundo, perdendo apenas para os Estados Unidos. De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), as cirurgias plásticas reparadoras vêm ganhando cada vez mais espaço nos centros cirúrgicos. Em 2009, 27% das cirurgias realizadas por médicos associados à entidade eram reparadoras, aproximadamente 169.830 procedimentos. Nos últimos dados publicados, das 1.472.435 cirurgias plásticas realizadas, 664.809 foram reparadoras, cerca de 43% dos procedimentos totais.

Segundo o cirurgião plástico e especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, Dr. Seung Lee, as cirurgias reparadoras mais procuradas são a pós-bariátrica e a reconstrução da mama. “Grande parte das cirurgias plásticas reparadoras estão ligadas à perda de peso do paciente, principalmente para a remoção do excesso de pele. Ex-obesos procuram esses tipos de cirurgias para aumentar a qualidade de vida e, consequentemente, a autoestima e o bem-estar”, conta o cirurgião.

Qual a diferença entre cirurgia estética e cirurgia reparadora?
“A principal diferença entre os procedimentos é o motivo a ser realizada. A cirurgia plástica reparadora busca corrigir deformidades, lesões, defeitos adquiridos ou até mesmo os congênitos, que estão com o paciente desde o nascimento. Esse tipo de cirurgia pode ajudar pessoas que sofreram queimaduras, que retiraram tumores e até mesmo os que perderam muito peso. Já a cirurgia plástica estética é realizada para corrigir algo que esteja incomodando esteticamente a paciente, como por exemplo o aumento das mamas ou do glúteo, sem necessariamente ser um procedimento ‘funcional’”, ressalta o especialista.

Quais são os procedimentos reparadores mais realizados?
“Realizamos a reconstrução de mamas em pacientes que tiveram câncer, após a autorização do mastologista. Dependendo do caso, a reconstrução é feita com implantes de silicone ou com ´retalhos de tecidos da própria paciente. Para as sequelas de queimaduras, dependerá do grau da ferida e das áreas acometidas, muitos pacientes procuram a cirurgia plástica para retomar a elasticidade e a função da pele. E para os pacientes de pós-bariátrica ou que emagreceram muito, pode ser realizada a abdominoplastia, mamoplastia e lifting de braços e coxas”, explica Dr.Seung.

Quais são os benefícios para o paciente em realizar uma cirurgia pl
“Muitas vezes a cirurgia plástica vai além da vaidade e estética. Alguns pacientes utilizam a cirurgia reparadora como a etapa final para superar uma doença u um acidente. Quando a cirurgia tem esse fim, pode contribuir para uma melhora na qualidade de vida, além de promover a saúde física e mental do paciente”, finaliza o cirurgião.

Dr. Seung Lee é Cirurgião Plástico Especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Graduado pelo Centro Universitário de Volta Redonda - UNIFOA - RJ, recebeu título de especialista em Cirurgia Geral pelo MEC e Cirurgia Plástica pelo MEC e pela SBCP. Estagiou cirurgia estética e reparadora na Oblige Plastic Surgery - Coréia do Sul, tendo a residência médica em Cirurgia Geral pelo Hospital Federal de Ipanema - RJ, e residência média em Cirurgia Plástica na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

fonte: A Crítica

TIRE SUAS DÚVIDAS

Fone: 16 3632-5534

Whatsapp: 16 9 9797-4006 - para agendar consulta

WhatsApp: 16 9 9605-4085 - para tirar dúvidas

Whatsapp