Em cinco anos, número de cirurgias plásticas em homens quadruplicou no Brasil

Imagem retirada de http://www.cirurgiaplasticacuritiba.com.br/wp-content/uploads/2016/02/Foto-h.jpg
Imagem retirada de http://www.cirurgiaplasticacuritiba.com.br/wp-content/uploads/2016/02/Foto-h.jpg

A cirurgia plástica já foi considerada um procedimento exclusivamente feminino. Mas, esta realidade mudou e os homens estão deixando o preconceito de lado e investindo, cada vez mais, em procedimentos estéticos. No Brasil, um dos países que mais realiza cirurgias plásticas no mundo, o número de intervenções cirúrgicas nos homens quadruplicou, passando de 72 mil para 276 mil ao ano, uma média de 31,5 procedimentos por hora. Os dados são do levantamento realizado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, divulgados em 2015.

Para o cirurgião plástico, William Machado, este crescimento se dá pela mudança comportamental dos homens brasileiros. “É uma mudança comportamental. O preconceito com este tipo de cirurgia entre os homens diminuiu e eles deixaram de associar os procedimentos estéticos a algo exclusivamente do universo feminino. O aumento da expectativa de vida e a busca pela juventude são outros fatores que contribuíram para atrair pacientes do sexo masculino”, explica. A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica também apontou que os procedimentos mais procurados variam de acordo com a idade. Durante a infância, as cirurgias de correção de "orelhas em abano" (otoplastia) são as mais comuns. Já na fase adulta, entre 20 e 30 anos, muitos homens optam pela ginecomastia (cirurgia de correção das mamas) e rinoplastia (plástica no nariz).

Na faixa de 30 a 40 anos, a lipoaspiração e lipoescultura são as mais procuradas. Os implantes capilares, a blefaroplastia (cirurgia nas pálpebras) e a ritidoplastia, para tratamento das rugas do rosto, são os procedimentos mais comuns entre a população masculina a partir dos 40 anos. “É importante ressaltar também que é fundamental seguir as indicações para o pós-operatório, como o descanso, o uso de bandagens ou malhas de compressão, não ingerir álcool, não fumar, evitar esforço físico como a prática de esportes e não ficar exposto ao sol”, recomenda William Machado.

fonte: cidadeverde.com

TIRE SUAS DÚVIDAS

Fone: 16 3632-5534

Whatsapp: 16 9 9797-4006 - para agendar consulta

WhatsApp: 16 9 9605-4085 - para tirar dúvidas

Whatsapp