Mais mulheres buscam plástica após gravidez

Imagem: Vitor Jubini
Imagem: Vitor Jubini

A maternidade muda muita coisa na vida da mulher. Inclusive no corpo dela. Para recuperar a forma física depois do parto, muitas mães se apressam e buscam logo a cirurgia plástica.

“Elas se incomodam, principalmente, com a flacidez do abdômen e dos seios”, afirma o cirurgião plástico Humberto Pinto.

Boa parte dessa crescente clientela é formada por mulheres que encararam a gravidez mais tarde, ou seja, que tiveram filhos depois dos 30 anos, um fenômeno, aliás, em alta no país e no mundo.

“Nessa faixa etária, o estrago da gestação é mais significativo. A mulher sente mais. O corpo não volta ao que era antes com a mesma facilidade. As fibras elásticas já não têm aquela força, e o abdômen não suporta uma distensão são grande”, explica o médico.

“A procura é grande. Mulheres nessa faixa etária sentem a modificação do corpo após a gravidez. E a intenção delas é fazer uma plástica logo”, acrescenta o cirurgião plástico Adriano Batistuta.

Mas não adianta ter tanta pressa para voltar ao corpinho de antes, segundo os especialistas. “É preciso esperar pelo menos um ano depois do parto para fazer uma abdominoplastia. E no mínimo seis meses depois de parar de amamentar para fazer a plástica nos seios. Tem que esperar a mama desinchar”, alerta Adriano Batistuta.

Riscos
Fazer uma cirurgia estética antes da hora pode ser arriscado, destaca Humberto Pinto: “A gravidez é um estado em que a mulher tem alterações na circulação sanguínea e na questão hormonal. Ao fazer uma cirurgia logo após o parto, a chance de embolia ou trombose, por exemplo, aumenta muito. Isso pode precipitar o aparecimento de complicações”.

Além disso, como operar os seios com um bebê em casa? “Tem que ter uma estrutura em casa que permita que a mãe faça uma cirurgia e não precise carregar a criança no pós-operatório. Isso é difícil. Criança demanda muito. O melhor é esperar essa fase passar”, sugere Adriano.

Muitas mulheres pensam que amamentar faz o “peito cair”, o que é um mito, dizem os médicos. “É mais uma questão genética, de alimentação”, aponta Humberto.

Reparo
Imediatamente após o parto só é possível fazer um reparo ou outro, no caso de quem fez plástica antes. Foi o que fez a enfermeira Priscila Fregonassi, 32 anos, que decidiu encarar um pequeno procedimento no abdômen no dia em que sua caçula, a Maya, nasceu, seis meses atrás.

“Eu havia feito uma abdominoplastia antes de engravidar de novo. Estava com estrias que surgiram da primeira gravidez e uma flacidez embaixo do umbigo. Então, no dia do parto, fiz uma correção na cicatriz”, diz ela, que também é mãe do Kauan, de 10 anos.

fonte: Gazeta Online

TIRE SUAS DÚVIDAS

Fone: 16 3632-5534

Whatsapp: 16 9 9797-4006 - para agendar consulta

WhatsApp: 16 9 9605-4085 - para tirar dúvidas

Whatsapp