Transplante Capilar

Transplante Capilar

FOLLICULAR UNIT EXTRACTION
Técnica F.U.E.
O Avanço do Transplante Capilar
Avanços e refinamentos das técnicas de transplante capilar culminaram na introdução de uma nova técnica sem cicatrizes e capaz de fazer uma megassessáo de micro-enxertos.

A antiga técnica F.U.T. (Follicular Unit Transplantation) retirava um fuso do couro cabeludo para ser a fonte doadora de folículos, deixando uma cicatriz muitas vezes aparente como sequela.

F.U.E. F.U.T.
Sem cicatriz
A técnica de extração de unidade folicular (FUE, do inglês follicular unit extraction) teve seu início em 2002 por meio de um método utilizado para transplantar áreas glabras, sem a necessidade de ressecção em fuso de uma área doadora de couro cabeludo e de sua consequente cicatriz como na técnica F.U.T.

Esse procedimento vem sendo aprimorado ao longo dos anos, mediante o aperfeiçoamento de novos cilindros ocos, denominados “punches”, e de aparelhos extratores que incisam a epiderme, com dissecção, porém, afetando apenas a derme e o tecido celular subcutâneo, de modo a isolar e a manter a integridade da unidade pilosa.

O Transplante Capilar com a Técnica FUE ocorre em 8 etapas:

1. Fotografias para registro em prontuário
2. Marcação e preparo da área doadora e receptora
3. Anestesia local da área doadora
4. Extração das Unidades Foliculares com punchs que variam de 0.8 a 1.0mm
5. Contagem, separação e conservação das unidades foliculares
6. Refeição do paciente com duração de 30 min.
7. Anestesia local da área receptora
8. Transplante das Unidades Foliculares na área receptora.
Por se tratar de uma cirurgia minimamente invasiva, o transplante capilar
FUE proporciona ao paciente uma vida normal, podendo inclusive voltar ao trabalho no dia seguinte, desde que sua atividade não requeira esforço físico violento.
O crescimento reinicia 3 a 4 meses após o procedimento, de maneira lenta e progressiva.
O resultado final poderá ser observado entre o 10o e o 12o mês após a realização do transplante (cerca de um ano após a cirurgia).
Como os cabelos transplantados não contêm o código genético para a calvície, não têm tendência à queda e, por isso, o resultado do transplante capilar é para a vida toda.
Cerca de 80% dos fios de cabelo transplantados caem entre 3 a 6 semanas após a cirurgia, deixando as raízes no couro cabeludo, a partir das quais crescerão os novos fios.

Emanuela Morello Milbratz
Formada pela Universidade Federal Fluminense em 2011, durante o ano de 2013 a 2015 dedicou-se à especialização em Dermatologia pela Universidade de Vitória, tornando-se membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia Clínica e Cirúrgica.
Já em 2015, iniciou a Especializacão em Medicina Estética no Instituto Superior de Medicina De Belo Horizonte. No ano de 2016 e 2017, dedicou-se ao estudo de Transplante Capilar na Universidade de Lisboa e no Instituto de Anatomia em Miame. Desde então esteve presente em diversos cursos, congresso e jornadas sempre sob a orientação dos grandes nomes da Dermatologia Mundial.

André Luiz ferreira Brandão
Graduado em Medicina pela Universidade Federal Fluminense, em 2011, durante o ano de 2012 à 2015 dedicou-se à Especialização em Medicina Estética no IPEMCE - Instituto Paulista de Ensino em Medicina e Cirurgia Estética em Curitiba - PR e em Dermatologia no CEMEPE - Centro de Medicina Especializada, Pesquisa e Ensino em Belo Horizonte - MG. Em 2017, dedicou-se ao estudo de Transplante Capilar pela Diolaser - International Spa Hair Restoration and Laser Center. Desde então esteve presente em diversos cursos, congresso e jornadas sempre sob a orientação dos grandes nomes da Dermatologia Mundial.

TIRE SUAS DÚVIDAS

Fone: 16 3632-5534

Whatsapp: 16 9 9797-4006 - para agendar consulta

WhatsApp: 16 9 9605-4085 - para tirar dúvidas

Whatsapp